Artigo: Tecnologia do agronegócio acessível para qualquer agricultor

24/08/2016   JY  Geotecnologias

Resultado de imagem para agronegócio

Olá pessoal, segue aqui uma publicação feita por Antônio Morelli, o qual retrata hoje a evolução que a tecnologia aplicada no campo vem fazendo no setor do agronegócio. Muito bem explicado, gostei muito.

Há tempos, o crescimento constante da tecnologia vem sendo discutido no mundo inteiro. Seu avanço em todos em setores é admirável. As empresas buscam, por meio dela, garantir cada vez mais benefícios e praticidade aos consumidores. O setor de agronegócios, com sua importante participação econômica, também vem apresentando cada vez mais opções tecnológicas aos produtores rurais e empresários do setor agrícola.

É certo que a tecnologia chegou para auxiliar o setor do agronegócio. Atualmente, o agricultor já consegue, por exemplo, monitorar sua plantação de diversas formas e sem precisar sair do conforto de sua casa. Uma das opções tecnológicas que possibilitam esse monitoramento remoto, é o uso de imagens de satélites, que permitem visualizações por meio do computador do produtor, de um tablet e até mesmo de um celular.

Contudo, no Brasil o perfil de muitos agricultores indica pequenas propriedades, com administração familiar e, em muitos dos casos, não têm condições de contratar um consultor técnico ou um serviço de mapeamento de sua plantação. Obviamente, a maioria dos pequenos produtores não possui o mesmo poder aquisitivo de grandes produtores, mas as necessidades, as “dores” continuam sendo bastante próximas. E isso é natural, já que em todo e qualquer trabalho, precisamos lutar para crescer.

Então, como o agricultor que possui poucos recursos financeiros pode aplicar a tecnologia em sua produção? Quais são as saídas para conseguir otimizar tempo e economizar dinheiro, gerando mais lucro e qualidade em seus produtos? A resposta para essas e outras questões semelhantes, pode estar na melhoria do planejamento e da gestão. Esse é o futuro de todas as organizações.

A maior parte das tecnologias de mapeamento é inviável para os pequenos produtores. Porém, já existem no mercado opções mais baratas capazes de oferecer mapas, gráficos, números de produção de fácil visualização e operação. Uma das saídas é apostar em ferramentas capazes de mapear e prever a produtividade. Atualmente, é possível encontrar esse tipo de tecnologia inovadora por um sistema muito parecido com o streaming de filmes Netflix, pagando uma taxa de assinatura de R$19,90 e a partir de R$ 0,20 centavos por hectare. Por isso, acredito que o planejamento e a organização são fundamentais para obter lucro e crescimento no segmento agro. Muitas vezes achamos que algo não está ao nosso alcance, simplesmente por não estarmos atentos à inovação.

Pensando neste contexto, resolvi escrever esse artigo para mostrar que já existem plataformas no mercado que possibilitam o acesso a informações fundamentais e preciosas a qualquer produtor, pois são capazes de estimar, informar e projetar a produtividade agrícola em menos de um minuto. Isso é possível por meio de muito desenvolvimento tecnológico, pesquisas em inovação metodológica, estudos que resultaram num complexo algoritmo capaz de realizar previsões com taxa de acerto superior a 90%.

Essas informações permitem o melhor planejamento da lavoura, da identificação de problemas como pragas e aplicação de insumos até a comercialização da sua safra no melhor período. Meu conselho para os agricultores que estão um pouco desconfiados das novas tecnologias, é que se programem para receber a inovação. O futuro dos campos brasileiros é brilhante e você pode fazer parte dele. Não se prenda à extensão de suas terras, veja além, alcance mais, seja parte da revolução, realize seu potencial. Nós acreditamos nele.

 

Até os próximos posts.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Sobre Jana Yres

Graduação em Engenharia Agrícola-UFCG , Atuação profissional: AESA (Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba). Áreas de atuação: Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto. Aplicação de aulas de SIG e PDI , atuação nas áreas de agrometeorologia, irrigação e drenagem (zoneamentos agrícolas), trabalhos em campo com dimensionamento de áreas (Agrimensura) e Mapeamentos aplicados a projetos rurais, florestais e recursos hídricos. Gestão Ambiental - analise e consultoria. É professora de Língua Espanhola. Participa de um projeto social da UFCG, o cursinho pré-vestibular solidário.

Publicado em 15/08/2016, em Agronegócio brasileiro. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: