A DigitalGlobe recebe autorização para vendas de imagens com maiores resoluções

19/06/14     JY    geotecnologias

A fornecedora de imagens orbitais DigitalGlobe anuncia a aprovação , por longo período, em parceria com o  governo dos Estados Unidos,  a comercialização de imagens em alta resolução, abrangendo novas opções do mercado de imagens orbitais o que movimentará 400 milhões de dólares para a empresa.

As imagens que serão vendidas poderão ter entre 40 e 50 centímetros para as primeiras saídas, e 25 centímetros dentro do prazo de seis meses depois do lançamento do novo satélite WorldView 3, em agosto deste ano. A resolução será “perfeita” podendo ser ser comparada ou ainda superior à de levantamentos aerofotogramétricos.

Segundo informações do Jeffrey Tarr, chefe executivo da DigitalGlobe, esta mudança alcançou índices de investimentos da companhia e um possível aumento na força de trabalho da empresa.

 A órbita do WorldView-1 passará por algumas alterações ao longo dos próximos dois anos, conforme foi anunciado pela empresa, de forma que as imagens sejam feitas nas primeiras horas da tarde. A empresa poderia até gerar uma programação em aumentar ainda mais a resolução, porém é um caso a ser pensar mais no futuro.

Os satélites DigitalGlobe que estão em orbita captam imagens com resolução de 41 centímetros, mas sua comercialização não foi permitida até o momento. O novo satélite da DigitalGlobe permitirá aumentar essa resolução para 31 centímetro,s enquanto as imagens de coletadas pela Airbus na Europa (antiga Astrium) possuem resolução de 70 centímetros, afirma Tarr. A importancia crucial desse projeto é de que o novo satélite será capaz de identificar árvores isoladas e plantas, e até mesmo quantificar a umidade do solo, por apresentar os melhores sensores eletro-ópticos e infravermelho de ondas curtas, afirmou o chefe-executivo. Aproveite mais informações! Entre no site:

www.digitalglobe.com

Fonte: digitalglobe

Anúncios

Sobre Jana Yres

Graduação em Engenharia Agrícola-UFCG , Atuação profissional: AESA (Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba). Áreas de atuação: Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto. Aplicação de aulas de SIG e PDI , atuação nas áreas de agrometeorologia, irrigação e drenagem (zoneamentos agrícolas), trabalhos em campo com dimensionamento de áreas (Agrimensura) e Mapeamentos aplicados a projetos rurais, florestais e recursos hídricos. Gestão Ambiental - analise e consultoria. É professora de Língua Espanhola. Participa de um projeto social da UFCG, o cursinho pré-vestibular solidário.

Publicado em 19/06/2014, em SIG - Sistemas de Informações Geográficas. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: